MERCHANDISING NO VAREJO

MERCHANDISING NO VAREJO
  • Derson Barros
  • 960 Visualizações

Com o dinamismo do mercado varejista e as constantes mudanças dos padrões de consumo, a busca por novas ferramentas para fomentar negócios se fazem necessárias, dentre estas ferramentas, existe o Merchandising, no qual se reinventa e transforma de maneira significativa o contato do cliente com o produto no ponto de venda (PDV), ele mistura o visual criativo e estratégias que atraem consumidores e maximizam os espaços e o retorno das lojas, além de transmitir o reconhecimento e a lealdade das marcas.

Segundo Silva Eduardo em seu blog (Clube do Trade), o Merchandising é o conjunto de operações efetuadas dentro do ponto de venda (PDV), visando colocar o produto certo, na quantidade certa, com preço certo, no tempo certo, com apresentação visual impecável e dentro de uma exposição correta. Ou seja, são todos os empenhos que buscam valorizar o produto para o consumidor final.

No varejo, poucos segundos são gastos com os olhares para as vitrines, se os produtos estiverem desorganizados e sem lógica de exposição, o consumidor acaba não entendendo e isso gera dificuldade na decisão da compra. A exposição do produto de forma ostensiva, criativa e atraente é fundamental para sua venda, o Merchandising busca técnicas de publicidade que executam estes pilares para oferecer uma boa experiência de compra para o consumidor.

Portanto, o Merchandising funciona ao recrutar e conduzir o cliente a comprar o produto que a estratégia indicou, fazendo com que o cliente entre no mundo da marca tendo acesso tangível ao produto, levando em conta o aspecto visual, no qual é um dos sentidos mais fervorosos dos seres humanos para fomentar consumo.